segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

INSS: Concessão automática de benefícios do INSS exige cautela


O Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) está implementando uma série de vantagens para tornar mais célere a concessão de seus benefícios. Entre as ações recentes estão as concessões automáticas da aposentadoria por idade, da aposentadoria por tempo de contribuição e do salário-maternidade. Assim, os segurados poderão formalizar os pedidos sem sair de casa. Desde setembro do ano passado, a aposentadoria por idade dos segurados urbanos está sendo concedida sem a necessidade de o cidadão ir a uma agência do INSS.

INSS: Aposentados e pensionistas do INSS só têm mais uma semana para comprovar vida


Aposentados e pensionistas que ainda não comprovaram ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que estão vivos têm até o próximo dia 28 para fazer o procedimento no banco em que recebem seus benefícios. Quem não fizer a comprovação de vida no tempo previsto poderá ter seu pagamento bloqueado.

Aposentadoria: Público LBGT é mais antenado frente a aposentadoria


O público LGBT tem dotado uma postura mais consciente em relação à aposentadora do que os heterossexuais, segundo mostra levantamento do Instituto de longevidade Mongeral Aegon. Entre os entrevistados que declararam ser LGBT, 19% disseram que estão bem preparados para a aposentadoria e outros 25% afirmaram ter planos de aposentadoria bem desenvolvidos.

Educação Previdenciária: Anapar explica o que é déficit do plano de previdência

 
Promover a educação previdenciária dos participantes de fundos de pensão é uma das principais bandeiras da Anapar para 2018. Por isso, ao longo do ano, nos proporemos a abordar e discutir alguns conceitos chaves relacionados à temática de previdência complementar que, embora básicos, geram bastante dúvidas nos participantes. Para começar, falemos de um tópico cada vez mais comum na realidade dos fundos de pensão: o déficit. Afinal, o que é isso? É a mesma coisa que rombo? Quer dizer que meu plano é mal administrado? A atuária Andrea Vanzillotta, consultora da Anapar e especialista no assunto, responde:

Fundos de Pensão: Sem fiscalização, rombo no fundo seria ainda maior, defende Previc


Daí a importância de escolher bem os representantes dos participantes nos conselhos dos fundos de pensão, pois são eles que deveriam monitorar e divulgar mensalmente seus resultados

A Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) rejeita a hipótese de falha na atuação no caso Postalis e defende que, sem o trabalho de fiscalização e acompanhamento, o rombo desse e de outros fundos de pensão seria ainda maior.

Eleição Conselheiros Sistel: Amanhã encerra prazo para solicitar a 2a. via da senha para votar a partir do dia 12 de março


Se vc. ainda não recebeu ou perdeu sua senha para votação, não deixe de solicitar a 2a. via até amanhã


Segunda-Feira, 19 de fevereiro de 2018.

Caros ​Assistidos e Participantes,

Informamos que ​no período de 12 a 21 de março os Assistidos e Participantes poderão votar nas chapas dos Conselhos Deliberativo e Fiscal Sistel, o número dos candidatos já estão disponíveis acessando o banner "Eleições Sistel 2018"no Portal Sistel www.sistel.com.br.

Para votar, tenha em mãos ​o número do CPF e ​a senha de votação que foi encaminhada para sua residência. Caso não tenha recebido a senha, você tem até o dia 20/2/2018 (amanhã) para solicitar a 2ª via da senha, por meio da Central de Relacionamento Sistel 0800 602 1801 ou acessando o Fale Conosco na área restrita do Portal Sistel.

Para conhecer os Candidatos e o passo a passo de como votar, clique e saiba mais.

Comissão Eleitoral da Sistel

Nota da Redação: Hoje constatamos que vários sistelados ainda não receberam sua senha pelo Correios. A Sistel não envia senhas por e-mail.

Se vc. é um dos que ainda não recebeu, solicite imediatamente sua senha à Sistel, conforme instruções acima. 

Só assim vc. de SP poderá votar nas chapas 12 (conselho deliberativo) e 23 (conselho fiscal), as únicas chapas que monitoram e divulgam resultados de seu investimento nos planos da Sistel.

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Fundos de Pensão: Vem aí a 2ª fase da Operação Greenfield sobre outros fundos de pensão


O Relatório Reservado apurou que a Polícia Federal está prestes a deflagrar a segunda fase da Operação Greenfield. Desta vez, a bomba vai estourar em fundos de pensão de pequeno e médio portes. Um deles seria a Prece, da Cedae, onde Eduardo Cunha fez barba, cabelo e bigode. Procurada, a PF diz que “não divulga informações sobre supostas operações em andamento”.

TIC: Minoritários pedem que Anatel investigue executivos da OI


Associação de Minoritários da Oi (Aidmin) acusa presidente atual de promover um "conchavo" com bondholders para aprovar plano de recuperação judicial

O escritório de advocacia Almeida Advogados, que representa a Associação dos Acionistas Minoritários (Aidmin), entrou com uma reclamação na Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) contra integrantes da diretoria da Oi.

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Eleição Conselheiros Sistel: Papel do conselheiro eleito é acompanhar e divulgar informações de interesse dos participantes e assistidos de todos planos da Sistel. Porque votar nas chapas 12 e 23


Para tornar-se um real e efetivo representante de todos participantes e assistidos nos dois conselhos da Sistel não basta comparecer às reuniões bimensais de conselheiros ou interessar-se por um único plano, é necessário ser transparente, empenhado, seguir o comportamento de todos planos da Sistel e obrigatoriamente divulgar a este público como nossos investimentos, realizados durante toda nossa vida laboral, estão evoluindo ao longo do tempo. 

É necessário também defender a todo custo os interesses e direitos de todos participantes e assistidos de todos planos da Sistel, por menor que seja a população destes.

É sempre bom lembrar que os únicos planos da Sistel que ainda recebem contribuições de participantes e patrocinadoras são os três do CPqD (PBS-CPqD, CPqDPrev e InovaPrev) e dois da Telebrás (PBS-Telebrás e TelebrásPrev), justamente os planos que nunca tiveram um representante eleito efetivo em um conselho da Sistel. Até hoje somente o PBS-A teve e tem representantes eleitos nos conselhos deliberativo e fiscal da Sistel.

As contribuições de assistidos, de qualquer plano, devem acabar o mais breve possível.

Os superavits ou reserva especial de cada plano, quando existir, devem nele permanecer e ser imediatamente destinado à melhoria daquele plano e consequentemente com benefícios a seus participantes e assistidos, conforme determina a legislação do setor e nunca represados por anos, conforme vem ocorrendo ilegalmente com o PBS-A, unicamente por determinação e influência de duas empresas operadoras chamadas de patrocinadoras, que apesar de nunca terem contribuído para o plano, querem tirar proveito destas sobras.

Para tornar-se conselheiro eleito e real representante dos participantes e assistidos da Sistel é necessário unir-se e votar em conjunto com os demais conselheiros eleitos e propor repetidamente, fazer-se ouvir e lutar incansavelmente pela obtenção da independência de atuação dos conselhos e paridade de nossa representação junto aos dois conselhos da Sistel, ou seja, o número de conselheiros que nos representa deve ser igual ao das patrocinadoras e nunca como atualmente, 1/3 de nós e 2/3 (o dobro) das patrocinadoras. O poder de veto ou de aprovação não pode mais ser exclusivo de duas patrocinadoras (Oi e Telefonica), que nem ao menos contribuem para seus planos.

A governança da Sistel e seu Estatuto devem ser prontamente reformulados e adaptados à situação atual da fundação e não mais à situação da época da privatização do STB, ou seja, a composição dos conselhos pelo lado dos representantes das patrocinadoras deve ser equilibrada, democrática e proporcional tanto a composição do número de participantes e assistidos vinculados a cada patrocinadora, como pelo montante dos diversos patrimônios, sempre com prioridade às patrocinadoras que seguem contribuindo com seus planos.

PAMA, já que recebeu recursos excedentes provenientes dos superavits do PBS-A para cobrir seu iminente déficit, deve agora ser totalmente reformulado para melhorar sua rede de atendimento e evitar novos cancelamentos por inadimplência, conforme os mais de 8 mil usuários que perderam seus planos de saúde desde 2011. 
Para tanto é necessário reivindicar nos conselhos o retorno urgente do financiamento das coparticipações de uso do plano, a imediata redução da taxa de coparticipação, o fim das contribuições mensais, facilitar o retorno dos usuários excluídos, desde que demonstrem capacidade financeira para bancar suas dívidas considerando as novas coparticipações mais reduzidas e finalmente deixar claro que a responsabilidade pela cobertura de eventuais déficits futuros no PAMA é exclusiva das patrocinadoras e nunca mais através de excedentes de outros planos previdenciários.

Liberdade para os conselheiros eleitos divulgarem informações de interesse direto dos participantes e assistidos sem a interferência da diretoria executiva ou do presidente do conselho deliberativo da Sistel, desde que não sejam informações estratégicas, confidenciais ou sensíveis que possam atingir a reputação da Sistel.

Para os planos CD com cotas, como o InovaPrev, é necessário incrementar o nível de informação aos participantes e assistidos do plano. A evolução das cotas, assim como dos benefícios concedidos e a conceder (na simulação) baseados em cotas nas diversas modalidades de benefícios devem ser mais transparentes e melhor informados. As prometidas opções de perfil de investimento devem ser esclarecidas.

É com esta finalidade que devemos eleger nossos representantes nos conselhos deliberativo e fiscal da Sistel.

Se vc., sistelado residente em SP, concorda com tais atitudes e propostas é porque alinha-se perfeitamente com a plataforma da CHAPA 12, que tem como candidato titular ao conselho deliberativo o assistido e redator deste blog, JOSEPH HAIM, e como suplente RAUL BECK, participante ativo do plano CPqDPrev.

Contamos com seu voto na chapa 12 para o conselho deliberativo e na chapa 23 para o conselho fiscal. Se vc simpatiza com esta ideia, compartilhe com seus colegas sistelados de SP esta informação.

Sistel: Rentabilidade dos planos Sistel em 2017 variou entre 10,87% (InovaPrev) e 8,26% (PBS-A).


Todos os 5 planos da Sistel que têm o CPqD como patrocinador (não temos acesso aos planos exclusivos da Telebrás e Sistel) tiveram em 2017 rendimentos superiores as suas metas, o que nos traz uma certa tranquilidade, mas somente o InovaPrev obteve rentabilidade superior ao índice anual do CDI, que foi de 9,94%.

Os resultados finais de 2017 de todos os planos da Sistel não foram ainda oficialmente divulgados e só o serão após a reunião do conselho deliberativo a realizar-se na segunda quinzena de fevereiro deste ano.

Enquanto isto, publicamos abaixo as rentabilidades e metas do mês de dezembro e de 2017 de cada um dos planos. Na planilha observa-se (obs. 8) as novas taxas atuariais que entraram em vigor no mês de dezembro de 2017.
Os dados adicionais de cada plano, que constam na planilha, serão divulgados posteriormente neste blog.

clique sobre a planilha para ampliá-la


quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

INSS: Saiba garantir aposentadoria do INSS sem sair de casa


O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) vai iniciar a concessão automática de aposentadorias por tempo de contribuição. O órgão também vai ampliar a liberação de benefícios por idade sem o trabalhador ter que ir pessoalmente a uma agência. Será feita uma filtragem e a aposentadoria será concedida dessa forma a quem já tiver os requisitos. Na aposentadoria por idade, é preciso ter 60 anos (mulheres) e 65 anos (homens), além de 15 anos de contribuição.

INSS: Desde outubro de 2016 70% dos benefícios do INSS são no valor de um salário mínimo


Dados do DatAnasps, o centro de dados previdenciários da Associação Nacional dos Servidores Públicos da Previdência e Seguridade Social (Anasps), divulgados hoje,  informam que 0,01% dos aposentados e pensionistas do INSS ganham entre 10 e 20 salários mínimos – 2.020 pessoas, num total de 34,2 milhões de beneficiários, entre previdenciários e assistenciais.

Eleição Conselheiros Sistel: Vc. já recebeu sua senha para votação e escolha dos seus representantes nos conselhos da Sistel?


Recebeu a senha para participar da Eleição dos Conselhos da Sistel? 

Guarde-a bem. Você vai precisar dela para poder exercer o direito de escolher seus representantes.

Se não recebeu a senha pelo Correios, ligue urgente para o 0800 602 1801 e solicite a segunda via.

A sua participação na eleição é extremamente importante. Não esqueçamos a situação delicada de algumas Patrocinadoras de nosso plano previdenciário. 

Precisamos de gente nossa cuidando de nosso patrimônio. Não podemos correr riscos como outros fundos de pensão cujos participantes se viram obrigados a participar financeiramente para cobrir rombos e garantir suas aposentadorias.

O prazo para solicitar a segunda via da senha está se esgotando (20/2/18).

Valorize com seu voto o candidato que acompanha, monitora e informa mensalmente os resultados de seu plano da Sistel.

Votar é opcional, mas cuidar do que é nosso é imprescindível.

Fonte: Astelpar e Aposentelecom (14/02/2018)

Fundos de Pensão: Aposta em renda variável eleva resultado da Funcesp (setor elétrico de SP)


A Fundação Cesp (Funcesp), maior fundo de pensão de capital privado do Brasil, antecipou-se ao movimento de queda da taxa de juros e desde o segundo semestre de 2016 aumentou suas alocações em renda variável e fundos multimercado. Como resultado, no ano passado, teve rentabilidade de 12,73%, mais que o dobro da meta atuarial, de 5,78%. O superávit no período foi de R$ 1,2 bilhão.

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Sistel: Alteradas em dezembro 2017 as taxas atuariais de todos planos de previdência da Sistel, exceto o InovaPrev. Metas de todos planos PBS e Prev passam a INPC + 4,38% aa


Devido a reavaliação atuarial realizada no final do ano passado, todos planos de previdência da Sistel, exceto o InovaPrev, tiveram suas taxas mínimas atuariais alteradas e já entraram em vigor no mês de dezembro de 2017.

Normalmente a Sistel sempre comunica a seus participantes ativos e assistidos as mudanças de taxas atuariais, mas desta feita não houve qualquer aviso oficial, pelo menos aos assistidos. 

A alteração da taxa atuarial afeta diretamente os participantes ativos no cálculo de seus benefícios futuros. Quando a taxa se eleva, os benefícios futuros projetados dos planos Prev também são elevados e foi o que ocorreu com o plano CPqDPrev, que teve sua taxa aumentada de 4,35% aa para 4,38% aa.

No plano InovaPrev não houve alteração da taxa atuarial, que permaneceu em 4,38% aa. Os cálculos dos benefícios futuros dos planos PBS-CPqD e PBS-A não são alterados pela mudança da taxa atuarial. Para estes dois planos a taxa foi reduzida de 5,00% aa para 3,80% aa e aumentada de 4,33% aa para 4,38% aa, respectivamente.

Cabe lembrar que quanto maior a taxa atuarial do plano, maior sua reserva ou provisão matemática e menor as sobras do plano, refletindo-se numa maior segurança do plano. 

Eleição Conselheiros Sistel: Se vc. ainda não recebeu sua senha Sistel para votar, peça urgentemente sua 2a. via à Sistel



Se vc., participante ou assistido da Sistel, ainda não recebeu sua senha para votação enviada pela Sistel via Correios, é porque ela já foi extraviada. Para tanto, entre em contato com a Sistel através do telefone 0800 602 1801 (ligação gratuita) ou via o Fale Conosco no portal web da Sistel, e peça a segunda via de sua senha. O último dia para solicita-la é na próxima terça feira, dia 20/2.

Somente com sua senha pessoal e seu CPF vc. poderá votar para eleger nossos representantes nos Conselhos Deliberativo e Fiscal da Sistel. A votação será entre os dias 12 e 21 de março por telefone ou via web.

Pela primeira vez poderemos ter um representante titular eleito no Conselho Deliberativo da Sistel que conheça e defenda os reais direitos e interesses dos participantes e assistidos pertencentes aos planos da Fundação CPqD e empresas coligadas: InovaPrev, CPqDPrev, PBS-CPqD, PBS-A e PAMA

Cabe lembrar que até hoje só existiram conselheiros eleitos pertencentes ao plano PBS-A. Nenhum outro plano da Sistel teve representação por assistidos ou participantes no órgão máximo de decisão da Sistel. 

Para que tenhamos um representante eleito do CPqD e que conhece muito bem todos os demais planos da Sistel (conforme pode ser observado nas postagens deste blog), vote nas chapas 12 (Joseph e Raul) para o Conselho Deliberativo e 23 (Girão e Vivaldi) para o Conselho Fiscal. 

Fundos de Pensão: Fenapas comunica que planos PBS-TCS e PBT-BrT, da Fundação Atlântico, terão a última parcela do superávit paga em fev18


Em Circular, de 02/02/2018, dirigida aos Assistidos (Aposentados ou Pensionistas) dos grupos PBS-TCS e PBT-BrT, a Fundação Atlântico confirmou o pagamento, antecipado, da segunda e última parcela do Saldo Remanescente da Reserva Especial (Superávit), em Fevereiro de 2018 junto com o Beneficio Mensal. A primeira parcela foi creditada em 30 de janeiro.

Fundos de Pensão: Previc, através de sua Supervisão Permanente, impediu Serpros (Serpro) de impor perdas de R$ 200 mi a associados


A farra com dinheiro dos trabalhadores no Postalis, o fundo de pensão dos Correios, levou a Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) a ligar o sinal de alerta. A meta é evitar que mais dinheiro dos poupadores escorra pelo ralo da corrupção. Segundo o diretor de Fiscalização e Monitoramento do órgão, Sergio Djundi Taniguchi, 25 fundações (Sistel inclusive) estão hoje sob supervisão permanente. Juntas, representam quase 80% do patrimônio do sistema fechado de previdência complementar, de mais de R$ 800 bilhões.

Fundos de Pensão: Previc está de olho em valor de benefício pago pela Fapes (BNDES), em média mais de R$ 40 mil/ mês


A Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) anda intrigada com o valor médio dos benefícios pagos pela Fapes, o fundo dos empregados do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES): mais de R$ 40 mil por mês.

A preocupação faz sentido. O benefício pago pela Fapes é oito vezes maior do que a média registrada no sistema, de R$ 5.137, como mostra a Abrapp, associação que reúne os fundos de pensão.

sábado, 10 de fevereiro de 2018

Fundos de Pensão: Previc vai reformular modelo de fiscalização


Fabio Coelho, superintendente da Previc: queremos combater a governança de papel e reforçar as regras do setor

O dirigente da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), Fabio Coelho, afirmou em entrevista ao Valor que prepara, até o fim do semestre, mudanças nas regras dos fundos de pensão para fortalecer a governança dessas entidades. O foco é atuar nas regras de conflito de interesse na aprovação de investimentos, um dos temas que está em evidência depois de episódios recentes como a intervenção e as operações policiais envolvendo o Postalis, dos Correios.

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Aposentadoria: Como a queda da Selic afeta sua aposentadoria a ser concedida?


O Comitê de Política Monetária (COPOM) reduziu mais uma vez a taxa básica de juros Selic para seu mínimo histórico de 6,75% ao ano. O patamar atual dessa taxa terá impacto relevante na aposentadoria dos brasileiros. Esse impacto é ainda mais relevante, pois a maior parte dos investidores aplica suas economias de forma conservadora, tanto em produtos de previdência quanto fora deles. Para reduzir esse impacto, descrevo abaixo algumas dicas sobre o que fazer com seus investimentos.

Eleição Conselheiros Sistel: Ultimo Informe Sistel e nossa sugestão de candidatos em todo país


Caros ​Assistidos e Participantes,

Informamos que ​no período de 12 a 21 de março os Assistidos e Participantes poderão votar nas chapas dos Conselhos Deliberativo e Fiscal Sistel, o número dos candidatos já estão disponíveis acessando o banner "Eleições Sistel 2018" no Portal Sistel www.sistel.com.br.

Para votar, tenha em mãos ​o número do CPF e ​a senha de votação que foi encaminhada para sua residência. Caso não tenha recebido a senha, você tem até o dia 20/2/2018 para solicitar a 2ª via da senha, por meio da Central de Relacionamento Sistel 0800 602 1801 ou acessando o Fale Conosco na área restrita do Portal Sistel.

Para conhecer os Candidatos e o passo a passo de como votar, clique e saiba mais


Comissão Eleitoral
Portal www.sistel.com.br 
Central Atendimento: 0800 602 1801

Nota da Redação: Para um voto consciente e de forma a restabelecer a união entre todos reais representantes e defensores dos direitos e interesses dos participantes e assistidos da Sistel em todo Brasil, sugerimos:

Em SP vote 12 (Joseph) e 23 (Girão).

No RJ vote 18 (Burlamaqui) e 23 (Girão).

Em Minas Gerais, Espírito Santo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins e Goiás vote 17 (Flordeliz) e 22 (Cleomar).

No Distrito Federal, Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Piauí, Maranhão, Pará, Amazonas, Acre, Roraima, Rondônia e Amapá vote 16 (Ezequias) e 22 (Cleomar).

TIC: Justiça manda Anatel mostrar lista de bens reversíveis à União cedidos às teles nas privatizações


Decisão impacta em quanto as operadoras terão que investir em banda larga para compensar o Estado por absorver a infraestrutura pública de telefonia

Na última semana, os usuários de internet no Brasil tiveram uma importante vitória na Justiça. Em função de uma ação movida pela organização de defesa do consumidor Proteste, que conta com o apoio do Intervozes, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) será obrigada a incluir a lista dos chamados “bens reversíveis” nos contratos de concessão da telefonia fixa. Mas você deve estar se perguntando: o que isso tem a ver com meu acesso à internet? Explicamos.

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Fundos de Pensão: Cotado para a superintendência da Previc ajudou a 'mascarar' resultados do Postalis


Fundo de pensão dos Correios precisará de aportes extras de trabalhadores da ativa e aposentados para cobrir déficit 

Uma articulação entre lideranças do PSD e do MDB busca colocar o advogado Fábio Berbel na diretoria da Previc, responsável pelas intervenções em fundos de pensão com suspeitas de fraudes.

Eleição Conselheiros Sistel: Conheça a chapa 12 para Deliberativo e 23 para Fiscal. A partir de 12 de março em SP vote em 12 e 23


Conheça os 3 únicos candidatos de SP oriundos da Fundação CPqD e defensores dos direitos dos participantes e assistidos dos seguintes planos de previdência e assistencial da Sistel cujas patrocinadoras são a Fundação CPqD, PADTEC S/A, PSG-PADTEC Ltda. e Instituto Atlântico: CPqDPrev, InovaPrev, PBS-CPqD, PBS-A e PAMA.

CHAPA 12 para o Conselho Deliberativo por SP:

- Titular: JOSEPH HAIM ( participante assistido do CPqDPrev)


- Suplente: RAUL BECK (participante ativo do CPqDPrev)


CHAPA 23 para o Conselho Fiscal por SP e RJ:

Titular: SERGIO GIRÃO (participante assistido do PBS-A)

Suplente: ROBERTO VIVALDI (participante assistido do CPqDPrev)




domingo, 4 de fevereiro de 2018

TIC: Sobre bens reversíveis à União


Pela terceira vez, Justiça manda Anatel anexar bens reversíveis aos contratos

A Justiça Federal voltou a decidir pela inclusão da lista de bens reversíveis nos contratos de concessão da telefonia. Tal medida, que Anatel e União tentam evitar desde a primeira sentença favorável, em 2012, tem o condão de segurar o foguetório das concessionárias com a mais recente indicação da agência de que vai dar novo passo para facilitar a alienação desse patrimônio.

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Fundos de Pensão: PF no Postalis


PF lança operação para investigar desvios em fundo de pensão dos Correios

A Polícia Federal lançou nesta quinta-feria uma operação para apurar a atuação de uma suposta organização criminosa em um esquema de desvio de dinheiro no Postalis, o fundo de pensão dos funcionários do Correios, informou a PF em nota.

Fundos de Pensão: Decisão da Justiça pode afetar distribuição de superávit para patrocinadores


Se mantida em instâncias superiores, uma decisão do Tribunal Regional Federal da 2º Região – Rio de Janeiro – deve afetar as regras de distribuição de superávit contidas na Resolução CGPC nº 26/2008. A decisão preocupa as entidades fechadas pois proíbe a devolução da parcela da reserva especial que cabe aos patrocinadores.