sábado, 25 de fevereiro de 2017

Sistel: Relato da reunião do Conselho Deliberativo da Sistel de 23/02/2017. Taxas de juros atuariais de todos planos para 2017 são elevadas de 3,8% para 4,3% aa., exceto PBS-CPqD que reduziu-se


Na Reunião do Conselho Deliberativo da Sistel, de 23/02/17, abordaram-se:

Matérias Deliberativas:

1. A Auditoria Interna apresentou o andamento das suas rotinas, com destaque das melhorias nos controles de inadimplência do PAMA e gestão de cadastro.

2. Aprovadas as atas das REDEL ordinária e extraordinária de Dezembro/16.

3. Os atuários da GAMA apresentaram os resultados das avaliações atuariais e dos Planos de Custeio, cabendo destacar os seguintes pontos:
- Rentabilidade: Todos os planos alcançaram as metas atuariais. O PBS-A teve a maior rentabilidade, com 14,59% (NR: consta 16,99% no Relatório do Plano da Sistel) e o PBS-SISTEL a menor, com 11,74%
- Conforme Exigência da PREVIC a taxa de juros atuariais foi revista (item 5).
- A reserva de contingência do PBS-A permanece em 19,44%.
- O superávit de 2012 foi de R$ 696.334.958,00 e já foi aportado ao Fundo de Revisão do Plano.
- A destacar também planos com poucos participantes: PBS-CPqD 23 assistidos e 6 ativos e situação financeira confortável e o PBS- Sistel com 7 assistidos.

4. Apresentado o Balanço Patrimonial do exercício findo, já disponível no Portal da Sistel.

5. Na Política de Investimentos destacamos novamente a reavaliação das taxas de juros atuariais, que foi a principal alteração realizada. O PBS-A terá a menor taxa, 4,33% a.a. e o InovaPrev a maior taxa 4,38% a.a.

Matérias Informativas:

1. Pesquisa de Satisfação: Houve a separação dos assuntos previdencial e assistencial. O PAMA teve o índice de 89,3% (satisfeitos e muito satisfeitos). Os itens relativos aos assuntos previdenciais tiveram o índice de 82%.
Novamente, os números não refletem a imagem que temos em relação ao PAMA. Ou seja, os participantes, assistidos e pensionistas estão satisfeitos com o PAMA e PCE. O material está disponível no Portal da Sistel.

2. Gestão do PAMA:
- Os recursos existentes antes do aporte do superávit exauriram-se em novembro de 2016, conforme já era previsto.
- A Diretora de Saúde fez uma explanação sobre as medidas que são tomadas antes dos cancelamentos dos planos por inadimplência. Temos que reconhecer que há um esforço em alertar o participante para que o cancelamento seja evitado.
- Também foi feita uma explicação do motivo de demora, em alguns casos, entre a realização de um procedimento médico e a cobrança.
- Também foram apresentados os números do novo programa “ALÔ DOUTOR”.

A próxima REDEL será realizada no dia 26 de abril.
                                    
Conselheiros Eleitos: Burlamaqui, Cleomar, Ezequias e Ítalo.

Fonte: FENAPAS (25/02/2017)

Aposentadoria: Militar negocia benefícios melhores para mudar previdência


Proposta para as Forças Armadas prevê reestruturação da carreira e aumento de benefícios

O Ministério da Defesa negocia a volta de benefícios para as Forças Armadas em troca das mudanças previstas na previdência do setor. Eles teriam auxílio-moradia de 10% a 32%, no caso de militares com dependentes, e melhora no adicional por especializações, informa O Ministério da Defesa confirmou que a reforma da Previdência das Forças Armadas será acompanhada de uma reestruturação da carreira militar e da remuneração, mantendo o regime diferenciado, como é atualmente.

INSS: Central sindical denuncia Marcelo Caetano por conflito de interesses, pois é membro do conselho de administração da BrasilPrev


A central sindical de servidores públicos protocolou nesta quinta-feira (23) uma denúncia contra Marcelo Caetano, secretário de Previdência Social, na Comissão de Ética Pública da Presidência da República. Para a entidade, o fato de o secretário ser membro do conselho de administração da BrasilPrev, empresa de previdência privada, causa conflito de interesse. A central pede que a Comissão de Ética apure violações.